Data Atual

Miami

25° / 32°
Sexta, 25 Janeiro 2019

Venezuelanos fecham avenida contra Nicolás Maduro em Miami

Venezuelanos fecham avenida contra Nicolás Maduro em Miami

 Venezuelanos em protesto contra o ditador em Miami na Flórida. 

 

MIAMI, FL - Os venezuelanos fecharam uma das principais vias da Brickell Avenue, onde fica o consulado da Venezuela, considerado o principal centro comercial e de negócios de Miami na manhã desta quarta-feira (23). O objetivo é convencer às autoridades internacionais para uma possível intervenção na Venezuela sob o comando do ditador Nicolás Maduro.

A polícia de Miami foi chamada para fazer um cordão de isolamento para evitar depredação e garantir o tráfego no local.

Juan Guaido, o novo presidente do parlamento controlado pela oposição, pediu à polícia venezuelana que proteja os manifestantes na capital do país que estariam praticando o direito à dissidência pacífica no aniversário do golpe de 1958 que derrubou Marcos Perez Jiménez, outro ditador militar. .

Há informações extra-oficiais que os EUA estão por trás de Juan Guaido na Venezuela, diz Pence. Nas redes sociais um alerta: “Os olhos do mundo estão em nossa terra hoje", escreveu Guaido no Twitter.

Os conflitos de manifestantes no país latino têm provocado brigas e contra-ataques das forças de segurança na Venezuela. Jose Manuel Olivares, membro do parlamento na Venezuela, informou que os médicos do Hospital Periférico de Caracas declararam Alixon Pizani, de 16 anos, morta após um tiroteio na noite de terça-feira.

Depois da Brickell Avenue o grupo deve realizar um novo protesto em Doral, nas proximidades do Aeroporto Internacional de Miami.

Colaboração / Foto: Heberty Rucaglia

 

 

Facebook - Clique para acessar Twitter - Clique para acessar YouTube - Clique para acessar E-mail - Clique para enviar