Miami 26 °C

EUA estão em falta de dentistas e preferem brasileiros

Os americanos querem os brasileiros pelo diferencial na formação acadêmica

20/08/2019

| Atualizado em

20/08/2019

2612

EUA estão em falta de dentistas e preferem brasileiros

Washington, DC - Não é novidade que profissionais da área odontológica estão em falta nos Estados Unidos. Existem poucas universidades americanas voltadas para a formação de dentistas, e mesmo nestes centros de estudos, a procura não é das maiores. Como resultado, a quantidade de profissionais nesse segmento e que atuam no mercado norte-americano não atende a procura da população do país.

Enquanto isso, o Brasil segue como o país que possui a maior quantidade de dentistas no mundo, e a tendência é que ainda mais estudantes procurem as faculdades de odontologia nos próximos anos. Mas, não é só em quantidade que o Brasil se destaca quando se trata de odontologia. O dentista brasileiro está entre os mais completos e valorizados do mercado.

Segundo Leonardo Freitas da Hayman-Woodward Global Mobility Services, essa qualificação acima da média do dentista brasileiro propicia uma série de oportunidades tanto no Brasil quanto, principalmente, no exterior. " O dentista brasileiro que deseja aproveitar sua formação acadêmica e experiência profissional para se mudar para os Estados Unidos irá se deparar com um mercado profissional com muitas oportunidades." afirma Freitas CEO do escritório de imigração.

"Observe que muitos dentistas podem estar qualificados para um visto de imigrante e, consequentemente, um Green Card dentro das categoria EB-1A (extraordinary abilities) e EB-2 NIW (National Interest Waiver). Essas categorias prevêem a possibilidade de imigração de estrangeiros qualificados para contribuírem com os EUA em determinadas áreas profissionais que estão em falta ou que necessitam de mão de obra qualificada no país, sem a necessidade de possuir um empregador como sponsor ou de uma oferta de trabalho concreta, baseando-se apenas no histórico profissional e acadêmico (cujo diploma pode ser validado nos EUA) do candidato." conclui Freitas.

As categorias EB-1A e EB-2 NIW podem tanto beneficiar pessoas que já estão nos EUA com outros tipos de visto temporário ou pessoas que ainda estão em seu país de origem. Estas categorias de vistos imigratórios visam beneficiar profissionais que possuam no mínimo um bacharelado e mais cinco anos de trabalho progressivo pós-bacharelado; ou pessoas que demonstrem uma habilidade específica em uma determinada ocupação. Tratam-se de vistos que, por muitos anos, vem sendo concedidos a estrangeiros aptos a beneficiar os EUA que tenham o intuito de dar continuidade a suas carreiras no país.

A atual administração dos Estados Unidos tem demonstrado uma grande preocupação em atrair profissionais qualificados, e as categorias EB-1A e EB-2 NIW são muito bem vistas dentro do atual contexto que envolve o debate imigratório nos EUA.