Miami 29 °C

SeaWorld faz doações para institutos no Brasil e Austrália

Fundo de Conservação do SeaWorld & Busch Gardens faz doações emergenciais para ajudar animais oleados no Brasil e vítimas do incêndio na Austrália

Elaine Dotto - Miami, Flórida

24/01/2020

| Atualizado em

23/01/2020

169

SeaWorld faz doações para institutos no Brasil e Austrália

Miami, Flórida –  O Fundo de Conservação do SeaWorld & Busch Gardens (SWBGCF) - organização sem fins lucrativos que destina recursos para projetos de conservação no mundo todo - anunciou doações emergenciais para ajudar animais oleados no Brasil e animais vítimas dos incêndios florestais na Austrália.

Localizado em Salvador (BA), o Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) receberá aportes do fundo para ajudar no tratamento de animais atingidos pelo vazamento de óleo na costa do Brasil. Em agosto de 2019, cerca de quatro mil toneladas de petróleo cru contaminaram praias, estuários, manguezais do Nordeste e Sudeste, matando diversos animais. Especialistas em meio ambiente classificaram esse vazamento como o pior desastre ambiental na história do País.

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na última semana, 433 localidades no Nordeste e nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo ainda têm fragmentos de óleo. No total, foram 999 localidades atingidas. O Estado da Bahia foi um dos mais afetados com 215 localidades. 

O recurso destinado ao IMA será usado na compra de medicamentos veterinários, manutenção de recintos para abrigar os pacientes e no trabalho de monitoramento de localidades atingidas pelo óleo. O foco é resgatar animais atingidos e também identificar praias com óleo.

“A ajuda do SWBGCF é vital para os nossos esforços, ” explicou Larissa Pavanelli, veterinária e coordenadora técnica do IMA. “Somos o único centro de reabilitação de animais marinhos na Bahia que conta com uma sala própria para lavagem de animais oleados e, por isso, recebemos muitos animais cobertos de óleo. Nós contamos com um time de voluntários dedicados, incluindo veterinários e biólogos, que nos ajudam nesse meticuloso trabalho de limpeza. Além disso, o processo de limpeza de animais oleados requer experiência e manejo intenso – o conhecimento do SeaWorld nessa área será valioso para nós. O recurso emergencial também nos ajudará a reabilitar e devolver animais durante os próximos meses de crise”, destacou.

O presidente do SWBGCF, Dr. Hendrik Nollens, acrescentou “o IMA está na linha de frente dessa crise, trabalhando sem parar para salvar a maior quantidade possível de animais. Como membros da Rede de Cuidados de Animais Selvagens Oleados dos Estados Unidos, o SeaWorld tem vasta experiência sobre o cuidado especializado que os animais nessa condição precisam. Nós compartilhamos da mesma missão do IMA, de conservação dos oceanos e resgate animal.”

MAIS EMERGÊNCIAS EM 2020

Além disso, essa semana o Fundo de Conservação do SeaWorld & Busch Gardens aprovou o envio de recursos emergenciais para ajudar os animais vítimas do incêndio florestal na Austrália. A doação será destinada para a Minton Farm Animal Rescue Centre, localizada no sul do país. Um ano com recorde de temperaturas altas e meses de seca severa alimentaram uma série de incêndios devastadores na Austrália. Até o momento, estima-se que mais de 6 milhões de hectares foram queimados e mais de 1 bilhão de animais mortos. A Minton Farm atua no resgate e na reabilitação de animais selvagens no sul da Austrália, além daqueles que ficaram machucados e sem habitat nas regiões de Kangaroo Island e Adelaide Hills. Além da ajuda financeira, as equipes do Busch Gardens Tampa, na Flórida, estão usando sua experiência em cuidados de cangurus órfãos e produziram centenas de “bolsas” para acomodar os animais órfãos marsupiais.