Mais brasileiros são deportados em avião dos EUA

O avião levando os brasileiros deve chegar neste sábado (25) em Belo Horizonte, MG.

Fernando Hessel - Miami, FL

25/01/2020

| Atualizado em

25/01/2020

713

Mais brasileiros são deportados em avião dos EUA

Migrantes detidos na fronteira americana com Tijuana no México ( Foto: Reuters )

 

Miami, FL -  A agência Reuters informou nesta sexta-feira a decisão do governo americano de deportar brasileiros detidos ao tentarem entrar nos Estados Unidos sem o visto adequado. Um avião pago pela Secretaria de Estado Americano deve chegar neste sábado (25) pela manhã num vôo direto para Belo Horizonte em Minas Gerais.

Segundo Leonardo Freitas, especialista em Segurança e Inteligência Internacional e CEO da Hayman-Woodward GMS, os brasileiros detidos sabem exatamente os riscos de ingressarem nos Estados Unidos sem o visto adequado. “A deportação não é novidade nestes casos. O brasileiro sabe que existem regras imigratórias não apenas aqui nos EUA, mas em qualquer país. A tentativa dos cidadãos de ingressarem no país sem a devida legalidade pode resultar neste tipo de dissabor. Temos que entender que isso é um crime.” afirma Freitas ex-funcionário da inteligência da Casa Branca.

WhatsApp Image 2020 01 23 at 4.32.18 PM1 2

Leonardo Freitas já trabalhou na inteligência da Casa Branca e no USBP - U.S. Border Patrol. ( Foto: Fernando Hessel )

 

Segundo a REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O governo dos Estados Unidos vai deportar um avião carregado de brasileiros nesta sexta-feira, o segundo voo fretado desde outubro para devolver um número crescente de migrantes que tentam entrar ilegalmente nos Estados Unidos a partir do México.

O voo de El Paso chegará a Belo Horizonte, no centro do Brasil, na manhã deste sábado, informou o Ministério das Relações Exteriores do Brasil à Reuters. O voo de outubro tinha 70 deportados a bordo.

Os dois voos de deportação em outubro e desta semana são os primeiros autorizados pelo Brasil desde 2006; e marcam uma mudança política do presidente Jair Bolsonaro, de extrema-direita, que tem buscado laços mais próximos com o governo Trump, disseram duas autoridades brasileiras na condição de anonimato.

 

RECUSA BRASILEIRA

O Brasil já se recusou a receber deportações em massa dos Estados Unidos e agora está permitindo que essas transferências ajudem na política do presidente Donald Trump de acelerar as deportações de migrantes ilegais na fronteira mexicana, disseram eles. O Ministério das Relações Exteriores do Brasil confirmou que o governo brasileiro havia sido notificado da repatriação de cidadãos brasileiros que não foram admitidos nos Estados Unidos.

"O que mais podemos fazer? Eles estão detidos na fronteira e não serão capazes de entrar nos Estados Unidos. Temos que levá-los para casa", disse um terceiro funcionário à Reuters quando perguntado sobre as deportações.

Trump tornou a restrição da imigração legal e ilegal um foco central de sua presidência e sua campanha de reeleição em 2020. Seu governo emitiu uma série de políticas abrangentes que buscam limitar o acesso ao asilo dos EUA na fronteira com o México e prometeu aumentar as deportações de migrantes que vivem ilegalmente nos Estados Unidos.