Miami 30 °C

Anguila livre da Covid 19 anuncia Fase 1 para reabertura

Interessados em visitar o paraíso caribenho já podem submeter pedidos para análise

Elaine Dotto - Miami, FL

25/08/2020

| Atualizado em

25/08/2020

135

Anguila livre da Covid 19 anuncia Fase 1 para reabertura

Miami, FL -  Território britânico no Caribe, Anguila começou a aceitar as inscrições de visitantes que desejam viajar para a ilha. O anúncio foi feito por Quincia Gumbs-Marie, Secretária Parlamentar de Turismo, durante coletiva de imprensa organizada pelo Primeiro-Ministro, Ellis Webster. Ela está liderando a força-tarefa encarregada do esforço de reabertura, cuja primeira fase estende-se até o dia 31 de outubro de 2020.

“Atualmente, Anguila está livre da COVID-19, ainda assim, nosso objetivo sempre foi reabrir de forma prudente, tomando todas as precauções para proteger a saúde e a segurança de nossos residentes e hóspedes”, afirmou Gumbs-Marie. “Acompanhamos os casos de algumas das nossas ilhas vizinhas e, por isso, estabelecemos protocolos muito rígidos, baseados na nossa capacidade de conter e mitigar os riscos de um caso importado”, continuou.

“Estamos ansiosos para dar as boas-vindas aos nossos hóspedes de volta a Anguila, com segurança e responsabilidade”, declarou Kenroy Herbert, Presidente do Conselho de Turismo de Anguila. “Sabemos que há uma demanda reprimida considerável por Anguila, entre aqueles que têm casas na ilha, nossos hóspedes recorrentes e aqueles que precisam apenas de uma pausa do estresse e da tensão dos últimos meses. Oferecemos um refúgio maravilhoso, um refúgio seguro onde todos podem relaxar e desfrutar de nossas praias espetaculares e nossas delícias culinárias, no conforto de uma linda villa, sua casa longe de casa”.

Os visitantes que desejam entrar em Anguila podem iniciar o processo de pré-registro online. Os requisitos de inscrição incluem o endereço residencial do visitante e as datas de viagem propostas; o envio de um teste de PCR negativo, feito dentro de três a cinco dias antes da chegada; e uma apólice de seguro-saúde que cobrirá todas as despesas médicas incorridas em relação ao tratamento para a COVID-19. Assim que o pedido for aprovado, um certificado eletrônico autorizando a viagem a Anguila será emitido.
Todos os passageiros farão um teste PCR na chegada, com um segundo teste administrado no 10º dia da visita. Durante este período, podem desfrutar de todas as comodidades e comodidades dentro da vila. Assim que um resultado negativo for retornado após o segundo teste, os hóspedes estarão livres para explorar a ilha.

Em caso de teste positivo, o hóspede deverá se isolar em local aprovado pelo governo. Também é proibida a utilização de veículos alugados até a liberação no 10º dia. Ressalta-se, entretanto, que não há exigência de estadia mínima; os hóspedes também podem visitar por períodos mais curtos. Visitantes de países de baixo risco terão preferência; os de países de alto risco serão avaliados caso a caso, levando-se em consideração o local de residência.

Uma lista de alojamentos aprovados, nomeadamente no setor de vilas, estará disponível nos sites, uma vez que todos os imóveis têm de estar registados e certificados para receber os hóspedes. Um rigoroso programa de treinamento de pessoal está em andamento. Deve-se notar que, como a ilha atualmente está livre de COVID-19, o uso de máscara não é obrigatório. No entanto, os hóspedes na ilha devem observar o distanciamento social e seguir as rígidas práticas de higiene que permitiram à ilha manter este cobiçado status nos últimos quatro meses.

(Foto:ivisitaanguilla.com)